sexta-feira, 6 de maio de 2011

Transtorno Compulsivo alimentar!


Tratamento certo, com os profissionais corretos!


        Vou  contar um segredo, que não é segredo algum! Quando agente decide fazer as coisas de maneira certa, elas começam a andar, Como já abordado nos posts anteriores, no começo do ano minha ficha caiu , em relação ao problema que eu tenho, compulsão alimentar*, que também pode ser chamada de binge* ou bulimia nervosa*( quer saber mais clique aqui e aqui). Procurei uma endocrinologista que me receitou um remédio especifico para isso e me passou uma dieta.

          Tudo ia bem, estava conseguindo gerir a dieta, mas o que eu não saiba, que mais cedo ou mais tarde esse tratamento iria falhar, pois deveria fazer acompanhamento com psicólogo, nutricionista e psiquiatra ao mesmo tempo. E como a vida adora brincar com agente, não bastasse todos os meus problemas que fizeram com que eu adquirisse essa compulsão, a minha cunhada decide nos deixar.



         Na primeira semana, não senti tanto a falta da minha cunhada como amiga (no final das contas, nove anos de amizade é muita coisa, não é mesmo?), mas doía muito no meu coração, pensar em meu irmão que amava muito a jaque e de que agora em diante teria que traçar um rumo diferente em sua vida, mesmo com dor e saudade. O desespero era certo quando pensava em meu sobrinho, pois quando ele nasceu, o que todos queriam era oferecer para ele, tudo o que não tivemos em nossa infância. E o que, eu e meus irmãos, não tivemos e que fez muita falta foi o nosso pai!

        Sabe entendo que muitas pessoas acreditem que no mundo moderno a família se constitui de forma diferente, concordo, mas é muito difícil impor para uma criança uma família diferente quando ela já está habituada a um determinado tipo. Eu sei o quanto foi difícil passar por isso na minha vida, e tudo o que eu menos queria para o meu sobrinho, e para qualquer criança no mundo seria passar por isso.

          O tempo passou minha vida voltou ao "normal", e só no primeiro mês, sem a minha amiga, que percebi o quanto ela iria me fazer falta em todos os sentidos, quantas coisas planejamos fazer juntas, quantas coisas que só ela entendia. Por vezes me senti culpada por estar longe dela e não ter percebido o quanto ela precisava de ajuda. Enfim fiquei extremamente mal, somava três dores distintas em um único coração. Não tinha vontade alguma de nada, me encontrava em limbo total.

          A consequência dessa situação foi que perdi o controle novamente sobre o transtorno, larguei primeiro o remédio, por que ele já não estava mais fazendo efeito, depois faltei à consulta da endócrina e não remarquei. Mas depois de muito conversar com meu esposo e escrever e me sentir mal, porque estava mal (redundante mas foi isso mesmo) consegui dar a volta por cima e aos poucos fui voltando ao normal no quesito vontade de viver (sempre fui do tipo: louca, que sai cantarolando Cazuza em voz alta para todo mundo ouvir...heheh).

        Depois de tudo isso , volto para luta contra a balança, com a ajuda dos profissionais certos para isso (psicólogo, psiquiatra, nutricionista), até mesmo porque não é só uma questão de peso, é também de equilíbrio mental. Comecei a terapia ontem, e a nutricionista já me passou uma dieta que prometo compartilhar com vocês.


     A minha dica em relação a quem tem qualquer tipo de transtorno, procure ajuda de profissionais, pois por conta própria é só mais um problema! E agente não pode só ficar somando problemas, se não acabamos por enlouquecer, ou desistir, como minha cunhada desistiu. Temos que começar a subtrai-los.
Acho que esse post foi quase um desabafo...heheh, mas espero que ajude alguém, !


(*) Quando a pessoa come de forma compulsiva, se sente culpada, perde o controle sobre seus atos, NÃO provoca vomito (diferente da bulimia tradicional) e tem um ganho rápido de peso (quer saber mais clique aqui).

Beijinhos, beijinhos!
A Garota Veneno!




6 comentários:

Simara **(Plantão da beleza)** disse... [Reply to comment]

Oi linda adorei a materia e lutar contra a balança não é facil mas tem que se cuidar e fazer direitinho né.E não deixe de me visitar, sua presença pra mim é importante.
Meus cantinhos:
http://plantaodabeleza.blogspot.com/
http://coloridas-artes.blogspot.com/

Adoro vim no seu cantinho.

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss simara
_| |_................

PRODUTINHOS NO CABELO AND MAKEUPS disse... [Reply to comment]

Amiga, que bom que expôs o problema, agora com certeza vai ter o apoio das amigas virtuais, e vai se dar bem no tratamento, além disso também esta ajudando outras amigas, que nem sempre assumem como um problema.

Bjs
Lucy

Li Coisas Femininas disse... [Reply to comment]

Amiga que coisa esse mundo que nós vivemos colocam tantos obstáculos e dificuldades,mas percebo que a maioria dos nossos males são ocasionados pelo nosso lado mental,as ansiedades,problemas,enfim,tudo isso.

E a gente ve cada coisa pelo mundo né,mas acredito que seu post vai ajudar que tiver esse problema,e desejo pra vc melhoras e que vc consiga superar essa perda e tudo mais,que Deus te console e te fortaleça sempre.

Beijos carinhosos,qualquer coisa é só procurar as amigas.
Bom final de semana.

Mari Sabel disse... [Reply to comment]

Eu não sabia q sua cunhada tinha se entregado por isso... :(
se cuida direitinho... eu não sei quase nada a esse respeito,mas é bom q vc está no caminho certo. com a ajuda de profissionais e tbm com a sua força de vontade e fé vc vai vencer esses obstáculos.
conte com a gente se precisar!!

bjkas querida, se cuida!

Stéphanie disse... [Reply to comment]

Aí um assunto super complicado neh, olha nada melhor que ajuda de profissionais e da familia viu, espero que continue nessa luta, cada vez melhor..

Ah fico feliz que tenha gostado tanto dos itens do guia, claro que pode, rs..

beijos.

Laranja Atômica disse... [Reply to comment]

Podemos não ser amigas assim, de uma conhecer muito bem a outra mas saiba que vc tem o meu apoio e de mtas outras garotas e amigas virtuais!!! parabéns pela matéria e FORÇA!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...